Preconceito

20 05 2012

      Se existe uma palavra que me indigna é PRECONCEITO.

Estamos em pleno século XXI, no segundo milênio, e ainda não evoluímos nesse conceito como precisamos. A verdade é que todo mundo tem preconceito sobre alguém ou alguma coisa (até eu que sou indignada tenho 😦  ), paramos pouco para refletir no assunto, mas fazendo um exercício mental e levando o assunto para um fórum com os jovens de minha igreja descobri que crianças de 10 anos já tem preconceitos e adultos com mais de 70 anos ainda não se livraram de todos os que adquiriram nos seus anos de vida.

A pergunta é: O preconceito surge aonde? encontrei algumas respostas.

Os preconceitos podem vir de traumas, podem ser hereditários , podem estar ligados a valores ou cultura, mas  a grande “sacada” do preconceito esta na própria palavra PRÉ – CONCEITO (achamos, supomos, imaginamos … ou seja, podemos facilmente julgar/rotular e consequentemente nos EQUIVOCAR em nossas falsas percepções! Afinal, nem tudo é o que parece ser, e não é porque já sofremos uma vez com um tipo ou raça, cultura ou personalidade é que todas aqueles que tenham as mesmas características farão o mesmo.

Então, vamos aos exemplos e na explicação deles te convido a fazer uma auto-avaliação 🙂

Preconceito gerado por Traumas:  Pessoas que se parecem (falam, se vestem ou tem até o mesmo cheiro de alguém que nos gerou algum tipo de dor/desconforto ou sofrimento em algum momento de nossas vidas (achamos que vamos passar o mesmo nos aproximando dessa pessoa).

Preconceitos Hereditários: São os passados de pais para filhos, por mais simples que sejam podem ficar impregnados nas opiniões de seus “herdeiros”… podem ser simples como uma opinião sobre os torcedores de um time de futebol como pro exemplo: –Filho não torça para o time XXX, pois todos os torcedores são ladrões, bandidos, outros são gays e etc, como também exemplos complexos como muitos jovens Judeus que ainda sentem medo e talvez odeiem Alemães lembrando-se de Adolf Hitler (trauma, mas do que seus pais/avós passaram).

Preconceito gerado por Valores: Como o tema do Blog é Mais Jesus e Menos religião, não poderia deixar de agregar ao tema Preconceito o estrago que valores distorcidos podem gerar dentro das religiões. Muitas pessoas ao fazerem parte de seitas ou religiões se sentem superiores ou os “donos da verdade” alguns achando que somente eles entrarão no céu, outros apontando o dedo para os outros se considerando o mais correto da humanidade. Quando olhamos para a Bíblia temos exemplos práticos de como a Religião/Valores errados foram fatores cruciais para crucificarem Jesus; em um estudo ao livro de João apenas do Capítulo 1 ao 13 identifiquei 36 acusações, injúrias dos próprios religiosos (sacerdotes e doutores da lei da época)contra Jesus, tudo isso porque? Porque não aceitavam que um homem comum filho de um carpinteiro, sem vestes de Rei, sem palavras rebuscadas, um homem que amava estar com a multidão e ensinar crianças poderia ser o filho de Deus e salvador da humanidade.

PRE-Conceito (Aparência)!

Segue alguns preconceitos impregnados na nossa sociedade geralmente se referem:  Políticos, Homossexuais, Pobres, Mães solteiras, Pessoas  iletradas… Você já se pegou Preconceituando algum desses assuntos?

Antes de finalizar o tema gostaria de compartilhar uma história pessoal:

Quando cheguei no seminário conheci as 5 meninas que dormiriam comigo no mesmo quarto nos meses seguintes, uma delas logo me chamou à atenção, pois não tinha levado muitas roupas e aparentava ser bem humilde, eu, na minha ansiedade em já ajudar, reparti parte das minhas roupas com ela (em época de seminário as coisas não são muito fáceis procuramos não esbanjar nada e ao mesmo tempo não nos apegar as coisas materiais, pois isso também faz parte do treinamento). Resumindo, achava que minha amiga era pobre e sempre me compadecia dela, dividíamos tudo, barra de cereal, toddynho rsrs. Um dia os pais dela vieram visitá-la e para minha surpresa até hoje não sei o nome da caminhonete (nunca tinha visto uma igual rs). Dias depois encontro um envelope com uma oferta em cima da cama, ela estava agradecendo o amor e cuidado que tinha recebido naqueles meses. “Eu pensava que estava ajudando, sendo que na verdade ela é quem estava me ajudando recebendo, me fazendo crescer”.

Lembro-me de ter assistido um reality show em que o diretor da empresa se vestiu de faxineiro e tentava ao menos ser cumprimentado pelos colaboradores, e para sua surpresa ninguém ao menos o “enxergou”  😦

ConclusãoNão temos como saber NADA de NINGUÉM sem o conhecermos antes, porque toda opinião que tivermos a respeito delas sendo boas ou más não deixará de ser PRECONCEITO!

Trate as pessoas com respeito e educação, independente de raça, classe social ou religião  é o mínimo que podemos fazer como seres racionais e civilizados é o mínimo que Jesus espera que tenhamos aprendido com Ele.

O PRECONCEITO É UM FARDO QUE CONFUNDE O PASSADO, AMEAÇA O FUTURO E TORNA O PRESENTE INACESSÍVEL! (m.a)

Não deixe de comentar!





Mentira

14 05 2012

Mentira: é o nome dado as afirmações ou negações falsas ditas por alguém que sabe (ou suspeita) de tal falsidade, e na maioria das vezes espera que seus ouvintes acreditem nos dizeres.

Lendo Jeremias 17:9 pensei nesse tema quando diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”

Porque mentimos?

  • Por necessidade;
  • Para nos sentirmos mais importante;
  • Por medo de algum tipo de “punição” ou “rejeição”;
  • Para sermos aceitos;
  • Por vergonha de mostrarmos quem realmente somos.

A verdade é que todo mundo mente, creio que uns menos, já outros tem a mentira como um estilo de vida, mentem tanto que não lembram mais nem da versão original das histórias ou melhor, estórias que conta.

O maior desafio é ponderarmos o que é mentira e o que não é… por exemplo para alguns exagerar é mentir, para outros omitir é mentir, mas afinal o que esta certo e errado?

A verdade é sempre o melhor caminho e dizem que a mentira sempre vem à tona, sempre aparece no final.

Não quero justificar algumas mentiras, mas existem pessoas que fantasiam ou camuflam verdades para se sentirem melhor, ou “maquiarem” a realidade. Ex: Pessoas que escondem sua classe social ou histórico familiar com medo de sofrer qualquer tipo de preconceito

Outros mentem sem saber que estão mentindo. Ex:: Se alguém me conta um fato, eu acredito e reproduzo o mesmo fato sem saber que era uma mentira, estou mentindo? sou pecadora?

Creio que se dissermos que não mentimos podemos estar sendo hipócritas e ironicamente mentindo ao afirmar tal coisa, mas o grande desafio e reflexão que quero trazer com esse artigo é:

1° Devemos refletir nas pessoas o que somos como um espelho, ou seja se falamos a verdade facilmente acreditaremos no que as pessoas nos falarem (e se mentirem o erro não é nosso em acreditar).

2° Devemos ponderar mais e julgar menos, devemos conquistar a confiança das pessoas e evitar mentiras ao máximo para que esse processo não demore ou pior nunca aconteça.

3° Devemos lembrar que o nosso coração é enganoso e muitas vezes usar mais a razão do que a emoção para evitarmos ultrapassar a tênue linha do REAL (razão) e FANTASIA/SURREAL (emoção) isso muitas vezes não acontece propositalmente, mas como algo natural humano

4° Devemos lembrar que Deus é a Verdade e se somos filhos dEle devemos ser guiados por ela

5° Devemos tomar cuidado em não radicalizar julgando e condenando que mente (nos achando perfeitos no assunto)

Creio que desde que a mentira não se torne um estilo de vida, uma rotina, algo impregnado na nossa personalidade não há nada mais que possamos fazer para mitigar de forma mágica essa escolha feita diariamente por nós seres humanos, escolha porque a mentira também é Livre-arbítrio. Devemos sim, vigiar e nos Adaptar à esse mundo que não há máquina da verdade que o pare.

Televisão, internet, livros, novelas, filmes, reality show, notícias, e-mails … Mentiras ou Verdades?

A escolha do que acreditar é nossa!

Em resumo, tente ser verdadeiro o máximo que puder, mas antes disso se descubra de VERDADE!

Ser e parecer ser são coisas totalmente independentes, por isso seja e pareça, ou melhor, TRANSPAREÇA!

Deixe seu comentário, crítica ou opinião, isso com certeza enriquecerá esse artigo.

Enfim, te desejo verdadeiramente uma ótima semana.





Jesus X Religião

5 05 2012

Pensando no nome do BLOG, achei que um post do comparativo de Jesus X Religião faria todo sentido.

Não quero criticar ou “condenar” nenhuma religião com esse paradoxo, mas gostaria de através dele trazer uma reflexão do que realmente queremos e fazemos seguindo uma… Muitas vezes encontro pessoas cheias de religião, dogmas, leis e regras, porém sem a ESSÊNCIA daquele que a fez surgir no caso dos cristãos, JESUS, outras vezes escuto comentários cheios de julgamentos e vazios de Amor. (Mateus 16:6)

Gostaria de saber a sua opinião sobre esse assunto, então após ler o texto não deixe de postar a sua visão sobre o assunto inserindo seu comentário!

Jesus LIBERTA religião APRISIONA (regras, leis e doutrinas humanas) (Mateus 15: 1ao20)

Jesus AJUDA religião ATRAPALHA (Gálatas 5:26)

Jesus APROXIMA religião AFASTA (Mateus 15:8)

Jesus AMA religião OBRIGA (Gálatas 5:14)

Jesus dá VIDA religião REGRAS e DOUTRINAS (João 10:10b)

Jesus traz RESPEITO religião REPUTAÇÂO/ORGULHO (Salmos 115:1)

Jesus é o MESMO religião MUDA/ADAPTA e se CONTRADIZ (Hebreus 13:8)

Jesus faço por AMOR religião faço por TEMOR (João 5:1ao16)

Jesus traz VIDA religião PODE MATAR (João 3:15)

Jesus diz: VOCÊ PODE religião DEPENDE (Isaías 41:10)

Jesus diz: EU TE AMO religião diz: EU TE AMO SE… (Lucas 21:1ao10)

Jesus diz: EU PERDOO religião diz: É PECADOR (Mateus 26:28)

Jesus diz: VENHA COMO ESTÁ religião diz: MUDE PRIMEIRO! (Isaías 54:4ao7)

Não quero ser RELIGIOSA, mas sim ESPIRITUAL.. e você?