Mentira

14 05 2012

Mentira: é o nome dado as afirmações ou negações falsas ditas por alguém que sabe (ou suspeita) de tal falsidade, e na maioria das vezes espera que seus ouvintes acreditem nos dizeres.

Lendo Jeremias 17:9 pensei nesse tema quando diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”

Porque mentimos?

  • Por necessidade;
  • Para nos sentirmos mais importante;
  • Por medo de algum tipo de “punição” ou “rejeição”;
  • Para sermos aceitos;
  • Por vergonha de mostrarmos quem realmente somos.

A verdade é que todo mundo mente, creio que uns menos, já outros tem a mentira como um estilo de vida, mentem tanto que não lembram mais nem da versão original das histórias ou melhor, estórias que conta.

O maior desafio é ponderarmos o que é mentira e o que não é… por exemplo para alguns exagerar é mentir, para outros omitir é mentir, mas afinal o que esta certo e errado?

A verdade é sempre o melhor caminho e dizem que a mentira sempre vem à tona, sempre aparece no final.

Não quero justificar algumas mentiras, mas existem pessoas que fantasiam ou camuflam verdades para se sentirem melhor, ou “maquiarem” a realidade. Ex: Pessoas que escondem sua classe social ou histórico familiar com medo de sofrer qualquer tipo de preconceito

Outros mentem sem saber que estão mentindo. Ex:: Se alguém me conta um fato, eu acredito e reproduzo o mesmo fato sem saber que era uma mentira, estou mentindo? sou pecadora?

Creio que se dissermos que não mentimos podemos estar sendo hipócritas e ironicamente mentindo ao afirmar tal coisa, mas o grande desafio e reflexão que quero trazer com esse artigo é:

1° Devemos refletir nas pessoas o que somos como um espelho, ou seja se falamos a verdade facilmente acreditaremos no que as pessoas nos falarem (e se mentirem o erro não é nosso em acreditar).

2° Devemos ponderar mais e julgar menos, devemos conquistar a confiança das pessoas e evitar mentiras ao máximo para que esse processo não demore ou pior nunca aconteça.

3° Devemos lembrar que o nosso coração é enganoso e muitas vezes usar mais a razão do que a emoção para evitarmos ultrapassar a tênue linha do REAL (razão) e FANTASIA/SURREAL (emoção) isso muitas vezes não acontece propositalmente, mas como algo natural humano

4° Devemos lembrar que Deus é a Verdade e se somos filhos dEle devemos ser guiados por ela

5° Devemos tomar cuidado em não radicalizar julgando e condenando que mente (nos achando perfeitos no assunto)

Creio que desde que a mentira não se torne um estilo de vida, uma rotina, algo impregnado na nossa personalidade não há nada mais que possamos fazer para mitigar de forma mágica essa escolha feita diariamente por nós seres humanos, escolha porque a mentira também é Livre-arbítrio. Devemos sim, vigiar e nos Adaptar à esse mundo que não há máquina da verdade que o pare.

Televisão, internet, livros, novelas, filmes, reality show, notícias, e-mails … Mentiras ou Verdades?

A escolha do que acreditar é nossa!

Em resumo, tente ser verdadeiro o máximo que puder, mas antes disso se descubra de VERDADE!

Ser e parecer ser são coisas totalmente independentes, por isso seja e pareça, ou melhor, TRANSPAREÇA!

Deixe seu comentário, crítica ou opinião, isso com certeza enriquecerá esse artigo.

Enfim, te desejo verdadeiramente uma ótima semana.


Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: