14 Coisas que aprendi em 2014

31 12 2014

2013-12-22 11.44.07

1 Que não quero desistir do que me faz bem.

2 Que a paz é árbitro nas minhas escolhas.

3 Que nunca conseguirei agradar a todos.

4 Que economizar $ tem muitas vantagens.

5 Que família é meu porto seguro.

6 Que os amigos são anjos enviados por Deus em momentos propícios.

7 Que há sempre algo para nos tirar a paz, mas há sempre Deus para devolvê-la.

8 Que como líder consigo posso aprender mais que ensinar.

9 Que basta cada dia o seu mal.

10 Que a lei da semeadura é fato!

11 Que o otimismo e a esperança são ótimos alimentos para alma.

12 Que devo comer mais legumes e beber mais água.

13 Que quanto mais eu trabalho, mais sorte eu tenho!

14 Que as mudanças nos renovam, nos fortalecem, nos fazem crescer e nos tiram da zona de conforto.

Feliz 2015 a todos que fizeram parte dos meus aprendizados e participaram com acessos desse humilde caderno virtual!
Até breve





4 vidas, EU?

18 04 2014

fôlego

Entre todas as teorias que escutei a respeito da origem da humanidade, a que mais faz sentido para mim é o Criacionismo onde Deus cria o homem do barro e sopra nele o fôlego de vida. O fôlego de vida é uma palavra hebraica que significa HÁ VIDAS (נשימה). Se o homem possui o fôlego de Deus de acordo com a tradução original Hebraica ele recebe não só a VIDA, mas recebe VIDAS.

Minha intenção nessa publicação é trazer uma reflexão de investimento e valorização das VIDAS que possuímos, são elas: VIDA INTELECTUAL, VIDA CORPORAL (física), VIDA EMOCIONAL e VIDA ESPIRITUAL. Para os 4 tipos de vida que possuímos a maior dificuldade é investir de forma saudável e equilibrada o nosso tempo, sem excessos e nem escassez.

Vamos falar um pouco sobre cada tipo de VIDA e o problema dos Excessos:

CAPITAL INTELECTUALVida Intelectual: A vida intelectual foca em uma busca constante por conhecimento, estudos, cursos, treinamentos e agregam muito, principalmente na nossa vida profissional,tudo isso é necessário para carreira e crescimento. É importante frisar que nascemos ignorantes e morreremos sem ter conhecimento de muitas outras. A vida intelectual normalmente recebe maior foco e investimento na criança, adolescente e jovem adulto (escola, cursos de línguas informática, faculdade, pós …)

Excesso: Pessoas que de forma exagerada se dedicam aos estudos durante um longo período de tempo podem perder bons momentos com a família, o crescimento dos filhos, o começo tardio de uma carreira ou até uma grande frustração na carreira, como o de pessoas que chegam estudar décadas com hiperfoco para passar em um concurso sem êxito. Muitas vezes no campo das artes e da ciência as maiores mentes possuem vidas torturadas que podem influenciar em casos extremos ou não; no link podemos encontrar alguns cientistas que em sua solidão extrema e “inteligência” extrema optaram pelo suicídio… Equilíbrio é a chave!

“Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá”  Charles Chaplin

fisicaVida Corporal (física): De forma positiva a medicina e estudos tem comprovado a importância dos exercícios físicos, esportes e alimentação saudável; eles consideram remédios poderosos para evitar doenças e retardar a velhice. É crucial investirmos parte do nosso tempo nesses aspectos.

Excesso:  Investirtempo é crucial, porém todo o tempo pode ser um grande problema. A aparência é a “primeira impressão”  que causamos ás pessoas, sabendo disso, muitos tem investido tempo em excesso em academias, alimentação e até remédios a fim de passarem uma imagem atraente e puramente física. O problema é que a falta de investir tempo em outras vidas podem provocar um conteúdo “oco” nessas criaturas…Equilíbrio é a chave!

“Por fora bela viola, por dentro pão bolorento” Rubem Alves

emocoesVida Emocional: Vida emocional tem tudo a ver com auto-estima, com relacionamentos, com humor, com  família… Daniel Goleman, psicólogo PhD de Harvard, autor de Inteligência Emocional, afirma que temos dois tipos de inteligência distinta: o QI e a QE. Na melhor das hipóteses, o QI contribui com cerca de 20 por cento para os fatores que determinam o sucesso na vida, o que deixa 80 por cento por conta de outras variáveis. O QI pode lhe dar o emprego, porém, é o QE que garantirá as promoções. Isto explica como pessoas com pouco estudo ou insuficiente para o cargo que exercem, obtém resultados expressivos, alcançando os objetivos propostos, se mantendo na empresa com boa performance, ativos, com indicadores de desempenho favoráveis,devido a um alto grau de Quociente Emocional. O QI diz respeito á gerar, planejar boas idéias. O QE relaciona-se a realização, colocar em prática, ação. O QE não é hereditário, aprende-se a lidar com as emoções no decorrer da vida. Investir tempo em relacionamentos saudáveis, na família e em amigos que nos fazem bem nos fortalecerá para enfrentar as  dificuldades, momentos de stress e nos trará força para não desistirmos. Equilíbrio é a chave!

Escassez: A falta de “inteligência” emocional pode trazer a morte dessa “vida” leia mais no artigo: Morto Vivo existe? 

Se o tempo envelhecer o seu corpo mas não envelhecer a sua emoção, você será sempre feliz”

espiritual Vida Espiritual: O homem é composto de corpo, alma e espírito, investir na vida espiritual através de descobrimentos como: Qual é o sentido da vida? Qual é a minha missão como ser humano? A importância de ter uma força, um Deus e me sentir fortalecido, amparado, a importância e força que a fé pode proporcionar em um ser humano e fazê-lo capaz de acreditar no impossível e conquista-lo, eis aí um forte combustível para vida. Como o nome do Blog sugere “Mais JESUS e menos religião” sou uma verdadeira admiradora e adoradora de Jesus, seus ensinamentos, exemplos, sabedoria e liderança me inspiram e fortalecem, sua bondade, humildade e empatia com as pessoas me fazem acreditar o quanto o amor ao próximo é verdadeiro e fortalece os elos entre os homens e seu Divino criador. Invista mais tempo em conhecer o lado espiritual da vida e descobrirá que mesmo sendo intangível é mais real e forte do que o lado físico da vida. Equilíbrio é a chave!

Excesso: Fanatismo, religiosidade, sensação de superioridade aos outros e separação das pessoas.

Escassez: Frieza, apatia e perda do sentido da vida.

 ” JOÃO 3:16 “

Em resumo, Equilíbrio é a chave!

Pudera nós de forma disciplinada investir 25% do nosso tempo, do nosso fôlego de vida, em cada uma de nossas 4 vidas.

Eis aí o desafio! (Faz sentido para você? Comente, Complemente…)





Precipitação = Precipício

22 09 2013

292148_205857116201580_119681551485804_348333_384555503_nVocê já parou para pensar o quanto a palavra precipitação se assemelha a precipício? E muito mais que nas letras que as compõem, elas podem ser derivadas uma da outra.

Quantas vezes você viu pessoas desistirem precipitadamente de seus novos empregos, casamentos e de seus sonhos, simplesmente por não conseguirem superar o novo, o diferente, por não terem forças ou foco suficiente para ceder ou aceitar a fase de adaptação que nem sempre é fácil. O problema muitas vezes não está no desistir, mas no arrependimento que pode ser amargo ou trazer uma frustração irremediável.

Há um tempo li uma fábula que exemplifica muito bem o tema, ela se chama O Lenhador e a raposa:

lenhador“Existiu um lenhador que acordava às 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, e só parava tarde da noite.
Esse lenhador tinha um filho, lindo, de poucos meses; e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação de sua total confiança.
Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho. Todas as noites ao retornar do trabalho, a raposa ficava feliz com sua chegada.
Os vizinhos do lenhador alertavam que a raposa era um bicho, um animal selvagem; portanto, não era confiável. Quando ela sentisse fome comeria a criança.
O lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem. A raposa era sua amiga e jamais faria isso.
Os vizinhos insistiam: – “Lenhador abra os olhos ! A raposa vai comer seu filho.” “ Quando ele sentir fome vai comer o seu filho!”
Um dia o lenhador exausto do trabalho e muito cansado desses comentários ao chegar em casa viu a raposa sorrindo como sempre e sua boca totalmente ensanguentada.. o lenhador suou frio e sem pensar duas vezes acertou o machado na cabeça da raposa…
Ao entrar no quarto desesperado encontrou seu filho no berço dormindo tranquilamente e ao lado do berço uma cobra morta.
O lenhador enterrou o Machado e a Raposa juntos. Nesse lugar nasceu uma linda árvore que jamais seria cortada. Moral da fábula: Atitudes precipitadas podem ser verdadeiros suicídios emocionais, sentimentais, profissionais…

insonia

“A imaturidade é mãe da precipitação, avó do erro e bisavó do arrependimento”

Dan Goleman comprovou cientificamente que quando estamos nervosos ou sofremos alguma ameaça podemos ter o “rapto amigdalar” onde a “sensatez e inteligência” são ignoradas e  pode resultar em atos violentos e irreversíveis.

Thomas Jefferson, autor da declaração da Independência Americana era um verdadeiro gênio em relacionamento interpessoal e negociação, ele foi autor de uma frase que ajudaria muitos precipitados “Se ficar zangado, conte até dez antes de dizer qualquer coisa. Se não tiver se acalmado, conte até cem; e se não se tiver acalmado depois disso, conte até mil”  

E será que isso funciona?

Falamos muito de relacionamento interpessoal (com o próximo), desenvolver um auto-controle com certeza resulta um maior relacionamento intrapessoal (consigo mesmo).

Para finalizar, gostaria de deixar algumas dicas que podem ser úteis:

                                           precipício

 1 Pense antes de agir: Melhor passar alguns minutos pensando, do que anos, dias, meses tentando consertar o que não se pensou.

 2 Imagine as Consequências: Atitudes precipitadas desfaz amizades, lares, magoa e nem sempre conseguimos voltar atrás.

 3 Respire fundo

 4 Dê tempo ao tempo: Momentos difíceis passam,  atitudes precipitadas podem te levar ao PRECIPÍCIO!

Deixe seu comentário, compartilhe suas experiências com o tema!

Até a próxima 🙂





Morto vivo existe?

27 02 2013

Refletindo no dia em que se comemora o nascimento a vida “Aniversário” pensei no máscara Itema Morto vivo e já respondendo a pergunta do título, sim, para mim… eles existem!

Sei que pode soar estranho, mas para explicar melhor deixarei alguns pontos que podemos chamar de Fatores Suicidas, estar morto vai muito além de parar de respirar ou ser enterrado em um cemitério. Existem pessoas que como zumbis estão cheirando mal”, pois não exalam VIDA em sua forma de viver.

zumbieFatores Suicidas:

1° Viver sem propósito/Deixar de sonhar: Quantas pessoas estão assim já desistiram de tentar? Sonhar é o combustível da alma, quem já desistiu não se encanta, não se levanta depois de uma queda, não troca a direção na persistência e obstinação de conquistar e ser feliz e depois não fica satisfeito e tentar tudo de novo.

Deus nos colocou no mundo com um propósito, ou melhor com vários propósitos, mas devemos demonstrar valor e vontade de vivê-los e isso é o que da graça á vida.

“Bom é sonhar, realizar não é tão bom, mas ruim mesmo é não realizar nada” (Pedro Bial).

2°Incredulidade: Escolhi essa palavra como segundo fator suicida pois creio piamente que a falta de confiança em si mesmo, no próximo e em Deus é um outro caminho para putrificação do viver. Você pode achar que estou sendo dramática ou exagerada, mas te pergunto. Você gosta de conviver com uma pessoa que não acredita em nada do que você diz? não acredita que ela é capaz? e não acredita em Deus? A incredulidade é uma visão cinza, distorcida e fria da realidade.

“Para alcançar uma vitória é preciso antes de tudo acreditar nela” (ditado popular)

 triste3°Ser influenciado/Envolvido por pessimistas: Pessoas baixo-astral, sem brilho que carregam uma nuvem negra quando chegam servem para ser transformadas por otimistas/sonhadores e não para assassinarem aqueles que ainda vivem. O grande problema é que reclamações, murmurações e mal-humor podem se tornar um vício ou pior, podem tornar-se contagiosos, normalmente pessoas com esse perfil não possuem uma auto-crítica aguçada e precisam da ajuda dos “vivos” para se enxergarem.

“O pessimista vê a dificuldade em cada oportunidade

o otimista vê a oportunidade em cada dificuldade”

O que eu gostaria com esse texto e trazer vida para aquilo que talvez esteja amortecendo dentro de você, esse tipo de morte é sutil e  imperceptível.

ESCOLHA VIVER! ESCOLHA SONHAR! ESCOLHA ACREDITAR! 🙂otimpess1

Em Apocalipse 3:1 a bíblia diz: “Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto“. 

Peço que faça uma reflexão e que viva INTENSAMENTE o melhor dessa vida abundante, dinâmica, com dias surpreendentemente exclusivos, cheia de emoções, tristezas, alegrias, angústias, alívios, lutas, derrotas, vitórias e conquistas.

Eu escolho VIVER e ser cheia de Vida!!! E você?

Deixe seu comentário e até a próxima!

(Mais dicas sobre viver? Leia o artigo Carpe Diem)

 





Mate a sua sede antes que o ano acabe!

31 12 2012

Mate sua sede antes que o ano acabe!

agua-desertoLembro-me de quando pequena assisti uma propaganda de uma marca de refrigerante onde um homem que andava pelo deserto há dias procurava desesperadamente algo para matar sua sede, o mais contraditório no final quando ele avistava uma “venda” ao chegar, não pedia por um copo de água ou refri ele pedia uma porção de batata frita.

Esse comercial assistido há tantos anos atrás me inspirou a essa matéria.

Todo ser humano tem sede de alguma coisa. Alguns têm sede de alegria, outros de uma verdadeira amizade, outros de uma família feliz, alguns países tem sede de paz, outros de guerra, outros de ser uma potência… Algumas religiões têm sede de Deus, outras de justiça, outras de respostas… Mas e você? Do que você tem sede?

O maior problema é que muitas vezes somos como o personagem dessa propaganda, temos sede de uma coisa, mas tentamos nos saciar com outra totalmente diferente que não irá nos satisfazer.

samaritana-mulher-e-jesus-01Uma vez Jesus em um diálogo com a mulher Samaritana identificou um caso desses. A mulher estava no 6° homem de sua vida (já tinha tido 5 maridos) e ainda se sentia infeliz além rejeitada pela sociedade preconceituosa da época (ela buscava água no poço da cidade sempre ao meio dia, pois nesse horário de sol escaldante não corria o risco de encontrar ninguém para desprezá-la).

Jesus, com sua sensibilidade e carinho se encontrou com ela, Ele por sua vez, não a rejeitou como todos faziam, ele não a ignorou como Judeus tradicionalmente faziam com Samaritanos, Ele a respeitou, aconselhou, Ele à amou, e no fim da conversa que mudaria a vida sedenta e vazia daquela mulher ele revelou a solução da sua carência, tristeza e solidão (mesmo que ela tivesse companhia) Ele ensinou a receita da água da VIDA dizendo: Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna (João 4:14).

thirsty-water-crisisHoje é ó último dia do ano, e através desse artigo, convido você a se embriagar das águas da vida eterna! Convido você à conhecer JESUS que é sem dúvida a melhor escolha para nos SACIAR completamente na alma; trazendo força, alegria e vontade de viver… No corpo; trazendo disposição e inspiração para sempre termos atitudes bondosas que tragam vida aos outros e no espírito; levando-nos mais perto de Deus e nos tornando sensíveis à sua voz e vontade!

Não escolho uma religião para me saciar (assim como o homem do deserto que escolheu a batata frita). Eu escolho Jesus para matar a minha sede e você?

Desejo um novo ano cheio de Vitórias!

🙂





Os cegos enxergam melhor.

13 12 2012

DIA DO CEGOHá pouco tempo recebemos no escritório da empresa que trabalho especificamente no meu departamento uma deficiente visual. Desde então tenho me inspirado e aprendido várias coisas, na maioria das vezes  só observando. Em um almoço informal, quando ela chegou, perguntamos como ela imaginava fisicamente cada pessoa com quem conversava, que a tocava ou que a guiava… e ela simpaticamente respondia como imaginava que fosse cada um.

Hoje coincidentemente, não sabia que era o dia nacional do cego, mas a vi conversando com algumas pessoas o que me inspirou a escrever essa matéria.

Os cegos enxergam melhor… Nós humanos com “boa” visão somos na maioria das vezes contaminados por preconceitos que mais nos afastam das pessoas do que nos aproximam, estereotipamos,  rotulamos… Ora pelas vestes que as pessoas usam, pelo cabelo que tem, pelas tatuagens que escolheu gravar em seu corpo, pelo status que carrega e no final esquecemos da essência.

A essência de cada ser humano é algo que vem de dentro para fora e é o que verdadeiramente define a personalidade, caráter entre outros fatores verdadeiramente relevantes, o problema é que como na maioria das vezes olhamos de fora para dentro perdemos a oportunidade de conhecermos pessoas excelentes, brilhantes ou até mesmo verdadeiros amigos… e isso por que? Porque não enxergamos como devemos.

cao-guiaCheguei então a conclusão de que deficientes visuais enxergam melhor, pois enxergam as pessoas como deveriam ser vistas: De dentro para fora!

Lembro-me do próprio Deus falando sobre isso com o profeta Samuel, e finalizo esse simples artigo com um texto bíblico que esta em 1 Samuel 16:7: “Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem  para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração”. 

 

Creio que os cegos imaginam as pessoas boas sempre belas, iluminadas e gostam de estar perto delas ainda que não sejam aparentemente tão perfeitos assim, e o contrário também é verdadeiro… quando pessoas grossas, irritadas, amarguradas são “imaginadas” tão sombrias quanto seus corações.

Que aprendamos com os deficientes visuais e com o Criador como enxergar de verdade a enxergamos de DENTRO para FORA 🙂 enxergar com o coração!!!

 





Angola – Um País feliz em forma de cicatriz.

27 11 2012


Você acredita que quanto mais rico e desenvolvido é um País, mais felizes são as pessoas que habitam  nele? Há quem diga que uma coisa tem tudo a ver com a outra, mas para mim, isso não faz nenhum sentido. Tive a prova disso nos dias que passei no País de Angola.

Para embasarmos essa afirmação vamos tomar como exemplo o tema suicídio, países do Leste Europeu são os recordistas em média de suicídio por 100.000 habitantes.  Foram 195 mil suicídios no ano de 2000, seguido pela Índia com 87 mil, a Rússia com 52,5 mil, os Estados Unidos com 31 mil, o Japão com 20 mil e a Alemanha com 12,5 mil. Ou seja, nenhum dos 10 países mais pobres do mundo a saber: Zimbabue, Chade, Burundi, Libéria, Guinea Bissau, Somália, República Centro Africana, Eritréia, Niger e Serra Leoa.

O País de Angola sofreu verdadeiras retalhações: 30anos de Guerra Civíl, Doenças, Falta de Saneamento Básico, Recursos Escassos e muitos outros motivos para aquele povo não ter mais amor à vida ou vontade de se reconstruir, porém eles escolheram VIVER, escolheram se Reerguer e hoje faz 10 anos que a guerra não faz mais parte daquele cotidiano e o que os Angolanos mais desejam é estar livre das más lembranças de luta e morte.

O povo de Angola é forte, cheio de vontade e superação, são hospitaleiros, alegres, adoram dançar e são receptivos.

A razão desse artigo é compartilhar uma reflexão pessoal que agregou muito.  Vários “ladrões da alegria” apareceram ao longo da história dos Angolanos tentando abatê-los, mas eles não se renderam.

A pergunta é: Quantas vezes por motivos fúteis queremos desistir das coisas,  das pessoas, do trabalho que temos, da igreja que frequentamos, do casamento que estamos, murmuramos excessivamente do que temos para comer, vestir, do banho não tão quente, da comida… todos nós temos “ladrões da alegria”, temos motivos para nos entristecer, motivos que muitas vezes deixam cicatrizes no nosso EU, mas NUNCA podemos desistir.

Angola não desistiu e esta se erguendo de forma incrivelmente rápida, devemos nos inspirar nessa Nação que ainda dará muito certo e assim sermos gratos e fortes o suficiente para que com Fé em Deus + Um coração sensível à Ele possamos também a cada dia vencer e nos reerguer.

‎”Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo” (Martin Luther King)

Foto tirada na Aldeia do Kunje em Kuito Bié-Angola, onde foi fundada por voluntários brasileiros uma escola que abriga atualmente quase 700 alunos, servindo ensino e refeições diariamente além de reavivar a cada dia a esperança no olhar dessas crianças Angolas.

Conheça mais sobre o projeto através do BLOG: http://aldeianissi.blogspot.com.br/