Precipitação = Precipício

22 09 2013

292148_205857116201580_119681551485804_348333_384555503_nVocê já parou para pensar o quanto a palavra precipitação se assemelha a precipício? E muito mais que nas letras que as compõem, elas podem ser derivadas uma da outra.

Quantas vezes você viu pessoas desistirem precipitadamente de seus novos empregos, casamentos e de seus sonhos, simplesmente por não conseguirem superar o novo, o diferente, por não terem forças ou foco suficiente para ceder ou aceitar a fase de adaptação que nem sempre é fácil. O problema muitas vezes não está no desistir, mas no arrependimento que pode ser amargo ou trazer uma frustração irremediável.

Há um tempo li uma fábula que exemplifica muito bem o tema, ela se chama O Lenhador e a raposa:

lenhador“Existiu um lenhador que acordava às 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, e só parava tarde da noite.
Esse lenhador tinha um filho, lindo, de poucos meses; e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação de sua total confiança.
Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho. Todas as noites ao retornar do trabalho, a raposa ficava feliz com sua chegada.
Os vizinhos do lenhador alertavam que a raposa era um bicho, um animal selvagem; portanto, não era confiável. Quando ela sentisse fome comeria a criança.
O lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem. A raposa era sua amiga e jamais faria isso.
Os vizinhos insistiam: – “Lenhador abra os olhos ! A raposa vai comer seu filho.” “ Quando ele sentir fome vai comer o seu filho!”
Um dia o lenhador exausto do trabalho e muito cansado desses comentários ao chegar em casa viu a raposa sorrindo como sempre e sua boca totalmente ensanguentada.. o lenhador suou frio e sem pensar duas vezes acertou o machado na cabeça da raposa…
Ao entrar no quarto desesperado encontrou seu filho no berço dormindo tranquilamente e ao lado do berço uma cobra morta.
O lenhador enterrou o Machado e a Raposa juntos. Nesse lugar nasceu uma linda árvore que jamais seria cortada. Moral da fábula: Atitudes precipitadas podem ser verdadeiros suicídios emocionais, sentimentais, profissionais…

insonia

“A imaturidade é mãe da precipitação, avó do erro e bisavó do arrependimento”

Dan Goleman comprovou cientificamente que quando estamos nervosos ou sofremos alguma ameaça podemos ter o “rapto amigdalar” onde a “sensatez e inteligência” são ignoradas e  pode resultar em atos violentos e irreversíveis.

Thomas Jefferson, autor da declaração da Independência Americana era um verdadeiro gênio em relacionamento interpessoal e negociação, ele foi autor de uma frase que ajudaria muitos precipitados “Se ficar zangado, conte até dez antes de dizer qualquer coisa. Se não tiver se acalmado, conte até cem; e se não se tiver acalmado depois disso, conte até mil”  

E será que isso funciona?

Falamos muito de relacionamento interpessoal (com o próximo), desenvolver um auto-controle com certeza resulta um maior relacionamento intrapessoal (consigo mesmo).

Para finalizar, gostaria de deixar algumas dicas que podem ser úteis:

                                           precipício

 1 Pense antes de agir: Melhor passar alguns minutos pensando, do que anos, dias, meses tentando consertar o que não se pensou.

 2 Imagine as Consequências: Atitudes precipitadas desfaz amizades, lares, magoa e nem sempre conseguimos voltar atrás.

 3 Respire fundo

 4 Dê tempo ao tempo: Momentos difíceis passam,  atitudes precipitadas podem te levar ao PRECIPÍCIO!

Deixe seu comentário, compartilhe suas experiências com o tema!

Até a próxima 🙂





Grávidos de um sonho

17 06 2012

Você já sonhou? Já teve um sonho realizado? Já fez parte do sonho de alguém? ou melhor, já ajudou alguém a realizar um sonho ao menos torcendo, motivando e dizendo que este sonho era POSSÍVEL?

Não quero abordar nesse artigo o tamanho dos sonhos, eles podem ser simples, sofisticados ou aparentemente impossíveis, mas gostaria de demonstrar através de algumas reflexões a importância de sonhar.

“Quem VIVE é porque SONHA, e quem não sonha mais…

já desistiu de viver”.

Quando pensei no tema: Grávidos de um sonho, me inspirei em uma mulher na Bíblia chamada Raquel que sonhava em gerar filhos, Gênesis 29/3o. Certo dia, Raquel ficou tão desesperada por ser estéril que disse ao  seu esposo –-Dá-me filhos se não morro!

Você pode imaginar a angústia dessa mulher? Naquela época o maior valor e único trabalho que uma mulher poderia ter era gerar filhos, e Raquel deveria se sentir humilhada, impotente, desacreditada. Raquel fazia de tudo para realizar o seu sonho…A parte da história que comprova isso e mais me chama a atenção é quando ela pede para que o seu marido Jacó tenha relações com a sua funcionária Bila, e quando Bila dá a luz, Raquel pede para que ela faça isso sobre os joelhos dela para que ela sinta gerar o filho em seu lugar (Gênesis 30:3). Imagino como esse sonho era o que fazia a vida ter sentido para Raquel, pois quando ela desiste dele a frase de desespero vem acompanhada de morte: –-Dá-me filhos se não morro! O final da história é feliz, e Raquel acaba gerando 2 filhos homens abençoados por Deus, um deles por sinal se tornou governador do Egito e se chamava José, o mais engraçado de tudo é que José era conhecido como O Sonhador 🙂 (além de ter sido a realização de um sonho de sua mãe).

 

 

Mas qual é a importância de sonhar? Pensei em alguns fatores que gostaria de compartilhar, ou mais do que isso gostaria de te encorajar a engravidar e o mais importante, no tempo certo, gerar esses Sonhos.

  • Sonhar é o COMBUSTÍVEL DA ALMA;
  • Sonhar é ACREDITAR no que somos e QUEREMOS ser;
  • Sonhar vai além do racional, necessita de FÉ, Auto-Estima e Coragem!
  • E por fim, Sonhar é íntimo e pessoal. Pensemos na palavra SOM + AR, você já ouviu o som do seu ar? o som do seu respirar? então ele é seu! o som do seu ar só você é capaz de ouvir, da mesma forma o SONHAR só depende de você e ninguém é capaz de “abortar”, “desistir” ou dizer que o seu sonho não é possível.
Li um depoimento de uma mulher africana que tem 9 filhos, o sonho dela desde os 12anos era ter um colchão para dormiresse era o impossível para ela e depois de anos dormindo no chão conseguiu comprar! Era um SONHO! Pequeno para alguns, mas emocionante para ela.                Fiquei imaginando essa mulher tentando colocar os 9 filhos junto com ela no mesmo colchão para que eles sentissem a sensação, para que desfrutassem do Som do Ar que ela escutou e conquistou. Imaginei também como foram os primeiros dias dela no colchão, creio que ela nem queria dormir só pra ficar curtindo o conforto da realidade do seu sonho de tantos anos…
Ela não desistiu, contudo existem fatores que podem ENFRAQUECER seus sonhos, então tome cuidado!
São eles:
  • Incredulidade (falta de fé);
  • Pessimismo;
  • Más influências (pessoas que já “morreram”, pois “não sonham mais”);
  • Acreditar no fracasso;
  • Traumas (achar que porque não conseguiu uma vez, nunca conseguirá);
  • Falta de FOCO e Obstinação.
Não importa se o seu sonho é uma oportunidade de emprego, uma viagem, um amor impossível, uma causa social, um abraço de alguém que esta distante, uma certificação de um curso, um cargo de liderança, uma função na igreja, um filho ou um colchão…
NUNCA PARE DE SONHAR! ESTEJA SEMPRE GRÁVIDO(A) DE UM!
 E Lembre-se do que um dia Deus deixou escrito para você em Isaías 55:9:
“Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos”. 
Matar o sonho é matarmo-nos.
É mutilar a nossa alma.
O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso.
Fernando Pessoa