Eu, tu: Simbiose!

8 11 2015

simbiose

De forma resumida, Simbiose é a inter-relação de tal forma íntima entre os organismos envolvidos que se torna obrigatória.

EU – TU! (Simbiose? Sim, de Amigos!)

Pesquisas apontam que uma pessoa consegue fazer durante a vida cerca de 400 amigos, aprox. 30 vivem a nos cercar e 6 podemos chamar de “íntimos”, estudos comprovam que pessoas que possuem amigos sofrem menos de ansiedade e depressão  e pessoas solitárias são mais propícias de sofrerem mortes prematuras. Com essas poucas informações podemos dizer que não fomos feitos para viver sozinhos.

A relação humana (não em quantidade, mas em qualidade) se beneficia demais quando se torna simbiótica. Quando falo de qualidade e não quantidade estou falando do mundo virtual que tanto nos ajuda, mas se não percebermos a tempo, ficaremos cheios de colegas, poucos amigos e zero simbiose com o próximo. As redes sociais nos conectaram com muitos, com distantes, mas a humanidade nunca foi tão carente como tem sido hoje. Aristóteles um dia Screenshot_2015-07-31-07-16-17-1descreveu o EU, TU = Simbiose em uma frase “A amizade é uma alma com dois corpos”. Você sabe o motivo de muitas vezes em um almoço no trabalho ou um happy hour com amigos depois de 30min de conversa não temos mais assunto? Porque não nos conhecemos, não temos intimidade, não somos amigos verdadeiros, não exercemos uma relação simbiótica (troca/dependência de obrigatoriedade), infelizmente passamos a maior parte do nosso tempo nas redes sociais e no mundo virtual e isso nos torna “idiotas” achamos que temos muitos amigos, mas na verdade não conhecemos as pessoas e elas não nos conhecem.

Uma vez recebi de um amigo uma música que dizia “Quero chorar o teu choro, quero sorrir teu sorriso, valeu por african proverbvocê existir, Amigo!”. Amigo, simbiose, é isso! É estar lá em todo tempo e ter necessidade de estar lá, de saber, de se preocupar, de querer compartilhar tudo, de cooperar com ideias, de SOMAR na vida um do outro, até que a presença do outro pareça obrigatória. Amigo de verdade é aquele que sentimos falta, que sentimos que Deus nos presenteou na terra para termos por perto, para nos fazer bem, para fazerem diferença em nossa vida. Não fique só “marcando” de se encontrar com seus amigos de verdade, mate a saudade, invista tempo nessas amizades verdadeiras, você ainda precisará muito dela na sua vida, simbiose, é isso.

Foi do lado de Adão que Deus criou Eva, a origem: UM DO OUTRO, ninguém é feliz sozinho, ninguém joga bola distanciasozinho, ninguém nasce sozinho, ninguém faz amor sozinho… a plena e completa realização de uma trilogia SIMBIÓTICA é: EU, TU e ELE (Deus), falaremos sobre essa relação no próximo artigo Nós, ELE = Simbiose!

Até lá!

“Enquanto não atentarmos e respeitarmos a simbiose, a raça humana estará fadada a extinção” Kabral Araújo

mundo

Esse artigo foi inspirado nos meus amigos com os quais possuo uma relação simbióticas que sabem exatamente quem são 🙂  Valeu por vocês existirem! Amo cada um!





Angola – Um País feliz em forma de cicatriz.

27 11 2012


Você acredita que quanto mais rico e desenvolvido é um País, mais felizes são as pessoas que habitam  nele? Há quem diga que uma coisa tem tudo a ver com a outra, mas para mim, isso não faz nenhum sentido. Tive a prova disso nos dias que passei no País de Angola.

Para embasarmos essa afirmação vamos tomar como exemplo o tema suicídio, países do Leste Europeu são os recordistas em média de suicídio por 100.000 habitantes.  Foram 195 mil suicídios no ano de 2000, seguido pela Índia com 87 mil, a Rússia com 52,5 mil, os Estados Unidos com 31 mil, o Japão com 20 mil e a Alemanha com 12,5 mil. Ou seja, nenhum dos 10 países mais pobres do mundo a saber: Zimbabue, Chade, Burundi, Libéria, Guinea Bissau, Somália, República Centro Africana, Eritréia, Niger e Serra Leoa.

O País de Angola sofreu verdadeiras retalhações: 30anos de Guerra Civíl, Doenças, Falta de Saneamento Básico, Recursos Escassos e muitos outros motivos para aquele povo não ter mais amor à vida ou vontade de se reconstruir, porém eles escolheram VIVER, escolheram se Reerguer e hoje faz 10 anos que a guerra não faz mais parte daquele cotidiano e o que os Angolanos mais desejam é estar livre das más lembranças de luta e morte.

O povo de Angola é forte, cheio de vontade e superação, são hospitaleiros, alegres, adoram dançar e são receptivos.

A razão desse artigo é compartilhar uma reflexão pessoal que agregou muito.  Vários “ladrões da alegria” apareceram ao longo da história dos Angolanos tentando abatê-los, mas eles não se renderam.

A pergunta é: Quantas vezes por motivos fúteis queremos desistir das coisas,  das pessoas, do trabalho que temos, da igreja que frequentamos, do casamento que estamos, murmuramos excessivamente do que temos para comer, vestir, do banho não tão quente, da comida… todos nós temos “ladrões da alegria”, temos motivos para nos entristecer, motivos que muitas vezes deixam cicatrizes no nosso EU, mas NUNCA podemos desistir.

Angola não desistiu e esta se erguendo de forma incrivelmente rápida, devemos nos inspirar nessa Nação que ainda dará muito certo e assim sermos gratos e fortes o suficiente para que com Fé em Deus + Um coração sensível à Ele possamos também a cada dia vencer e nos reerguer.

‎”Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo” (Martin Luther King)

Foto tirada na Aldeia do Kunje em Kuito Bié-Angola, onde foi fundada por voluntários brasileiros uma escola que abriga atualmente quase 700 alunos, servindo ensino e refeições diariamente além de reavivar a cada dia a esperança no olhar dessas crianças Angolas.

Conheça mais sobre o projeto através do BLOG: http://aldeianissi.blogspot.com.br/





O Tempo

24 08 2012

Palavras como: Espera, paciência e tempo certo não são muito admiradas no tempo que vivemos. Estamos na era da reciclagem, da tecnologia e inovação, na era da descartabilidade da geração fast-food.

Meditando diariamente desde o último mês no mesmo capítulo da Bíblia (Eclesiastes 3), descobri o segredo que o TEMPO guarda.

O segredo de que nada é por acaso, nada é relativo, nada é coincidência, ou é acidente, mas que tudo é simplesmente controlado pelo TEMPO que temos e devemos viver.

Salomão descreveu isso muito bem em seu livro escrito quando já estava velho:

Tudo tem o seu tempo determinado…”

Há tempo de nascer, e tempo de morrer;

tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

Tempo de matar, e tempo de curar;

tempo de derrubar, e tempo de edificar;

Tempo de chorar, e tempo de rir;

tempo de prantear, e tempo de dançar;

Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras;

tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

Tempo de buscar, e tempo de perder;

tempo de guardar, e tempo de lançar fora;

Tempo de rasgar, e tempo de coser;

tempo de estar calado, e tempo de falar;

Tempo de amar, e tempo de odiar;

tempo de guerra, e tempo de paz.

Por quais dessas fases do tempo você esta passando hoje em sua vida pessoal, profissional, espiritual? Por quais já passou?

O mais rico de tudo no tempo é que ele tem o poder de construir, fortalecer, ensinar … o tempo nos prepara para o que vem no futuro nos lembrando das lições aprendidas ou superadas do passado.

O tempo trabalha perfeitamente e precisamos acreditar nisso, e se algo não aconteceu hoje, é porque o tempo esta preparando o melhor, que ainda não estava pronto. Devemos confiar no tempo, pois ele nunca falha, devemos confiar no dono do tempo que sabe o momento certo de nos dar o melhor.

Eu confio no tempo de Deus… e você?

Pense em algumas oportunidades, decisões, dúvidas e até frustrações que já sofreu… procure hoje um sentido o “porquê” isso aconteceu, e você vai ver que o DONO DO TEMPO sabia que o tempo Dele era muito melhor que nossa ansiedade e mania fast-food/apressada de viver a vida…

Tenho aprendido isso e Ele nunca decepcionou!

” Quando Deus tem pressa só responde a oração, mas quando demora é para fazer Revelação” (música a demora de Deus – Elaine de Jesus)

E você escolhe esperar? Escolhe a pressa ou a perfeição? A fé ou o controle total, de tudo?

Eu escolho o dono do tempo 🙂