Angola – Um País feliz em forma de cicatriz.

27 11 2012


Você acredita que quanto mais rico e desenvolvido é um País, mais felizes são as pessoas que habitam  nele? Há quem diga que uma coisa tem tudo a ver com a outra, mas para mim, isso não faz nenhum sentido. Tive a prova disso nos dias que passei no País de Angola.

Para embasarmos essa afirmação vamos tomar como exemplo o tema suicídio, países do Leste Europeu são os recordistas em média de suicídio por 100.000 habitantes.  Foram 195 mil suicídios no ano de 2000, seguido pela Índia com 87 mil, a Rússia com 52,5 mil, os Estados Unidos com 31 mil, o Japão com 20 mil e a Alemanha com 12,5 mil. Ou seja, nenhum dos 10 países mais pobres do mundo a saber: Zimbabue, Chade, Burundi, Libéria, Guinea Bissau, Somália, República Centro Africana, Eritréia, Niger e Serra Leoa.

O País de Angola sofreu verdadeiras retalhações: 30anos de Guerra Civíl, Doenças, Falta de Saneamento Básico, Recursos Escassos e muitos outros motivos para aquele povo não ter mais amor à vida ou vontade de se reconstruir, porém eles escolheram VIVER, escolheram se Reerguer e hoje faz 10 anos que a guerra não faz mais parte daquele cotidiano e o que os Angolanos mais desejam é estar livre das más lembranças de luta e morte.

O povo de Angola é forte, cheio de vontade e superação, são hospitaleiros, alegres, adoram dançar e são receptivos.

A razão desse artigo é compartilhar uma reflexão pessoal que agregou muito.  Vários “ladrões da alegria” apareceram ao longo da história dos Angolanos tentando abatê-los, mas eles não se renderam.

A pergunta é: Quantas vezes por motivos fúteis queremos desistir das coisas,  das pessoas, do trabalho que temos, da igreja que frequentamos, do casamento que estamos, murmuramos excessivamente do que temos para comer, vestir, do banho não tão quente, da comida… todos nós temos “ladrões da alegria”, temos motivos para nos entristecer, motivos que muitas vezes deixam cicatrizes no nosso EU, mas NUNCA podemos desistir.

Angola não desistiu e esta se erguendo de forma incrivelmente rápida, devemos nos inspirar nessa Nação que ainda dará muito certo e assim sermos gratos e fortes o suficiente para que com Fé em Deus + Um coração sensível à Ele possamos também a cada dia vencer e nos reerguer.

‎”Eu segurei muitas coisas em minhas mãos e eu as perdi; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo” (Martin Luther King)

Foto tirada na Aldeia do Kunje em Kuito Bié-Angola, onde foi fundada por voluntários brasileiros uma escola que abriga atualmente quase 700 alunos, servindo ensino e refeições diariamente além de reavivar a cada dia a esperança no olhar dessas crianças Angolas.

Conheça mais sobre o projeto através do BLOG: http://aldeianissi.blogspot.com.br/





Grávidos de um sonho

17 06 2012

Você já sonhou? Já teve um sonho realizado? Já fez parte do sonho de alguém? ou melhor, já ajudou alguém a realizar um sonho ao menos torcendo, motivando e dizendo que este sonho era POSSÍVEL?

Não quero abordar nesse artigo o tamanho dos sonhos, eles podem ser simples, sofisticados ou aparentemente impossíveis, mas gostaria de demonstrar através de algumas reflexões a importância de sonhar.

“Quem VIVE é porque SONHA, e quem não sonha mais…

já desistiu de viver”.

Quando pensei no tema: Grávidos de um sonho, me inspirei em uma mulher na Bíblia chamada Raquel que sonhava em gerar filhos, Gênesis 29/3o. Certo dia, Raquel ficou tão desesperada por ser estéril que disse ao  seu esposo –-Dá-me filhos se não morro!

Você pode imaginar a angústia dessa mulher? Naquela época o maior valor e único trabalho que uma mulher poderia ter era gerar filhos, e Raquel deveria se sentir humilhada, impotente, desacreditada. Raquel fazia de tudo para realizar o seu sonho…A parte da história que comprova isso e mais me chama a atenção é quando ela pede para que o seu marido Jacó tenha relações com a sua funcionária Bila, e quando Bila dá a luz, Raquel pede para que ela faça isso sobre os joelhos dela para que ela sinta gerar o filho em seu lugar (Gênesis 30:3). Imagino como esse sonho era o que fazia a vida ter sentido para Raquel, pois quando ela desiste dele a frase de desespero vem acompanhada de morte: –-Dá-me filhos se não morro! O final da história é feliz, e Raquel acaba gerando 2 filhos homens abençoados por Deus, um deles por sinal se tornou governador do Egito e se chamava José, o mais engraçado de tudo é que José era conhecido como O Sonhador 🙂 (além de ter sido a realização de um sonho de sua mãe).

 

 

Mas qual é a importância de sonhar? Pensei em alguns fatores que gostaria de compartilhar, ou mais do que isso gostaria de te encorajar a engravidar e o mais importante, no tempo certo, gerar esses Sonhos.

  • Sonhar é o COMBUSTÍVEL DA ALMA;
  • Sonhar é ACREDITAR no que somos e QUEREMOS ser;
  • Sonhar vai além do racional, necessita de FÉ, Auto-Estima e Coragem!
  • E por fim, Sonhar é íntimo e pessoal. Pensemos na palavra SOM + AR, você já ouviu o som do seu ar? o som do seu respirar? então ele é seu! o som do seu ar só você é capaz de ouvir, da mesma forma o SONHAR só depende de você e ninguém é capaz de “abortar”, “desistir” ou dizer que o seu sonho não é possível.
Li um depoimento de uma mulher africana que tem 9 filhos, o sonho dela desde os 12anos era ter um colchão para dormiresse era o impossível para ela e depois de anos dormindo no chão conseguiu comprar! Era um SONHO! Pequeno para alguns, mas emocionante para ela.                Fiquei imaginando essa mulher tentando colocar os 9 filhos junto com ela no mesmo colchão para que eles sentissem a sensação, para que desfrutassem do Som do Ar que ela escutou e conquistou. Imaginei também como foram os primeiros dias dela no colchão, creio que ela nem queria dormir só pra ficar curtindo o conforto da realidade do seu sonho de tantos anos…
Ela não desistiu, contudo existem fatores que podem ENFRAQUECER seus sonhos, então tome cuidado!
São eles:
  • Incredulidade (falta de fé);
  • Pessimismo;
  • Más influências (pessoas que já “morreram”, pois “não sonham mais”);
  • Acreditar no fracasso;
  • Traumas (achar que porque não conseguiu uma vez, nunca conseguirá);
  • Falta de FOCO e Obstinação.
Não importa se o seu sonho é uma oportunidade de emprego, uma viagem, um amor impossível, uma causa social, um abraço de alguém que esta distante, uma certificação de um curso, um cargo de liderança, uma função na igreja, um filho ou um colchão…
NUNCA PARE DE SONHAR! ESTEJA SEMPRE GRÁVIDO(A) DE UM!
 E Lembre-se do que um dia Deus deixou escrito para você em Isaías 55:9:
“Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos”. 
Matar o sonho é matarmo-nos.
É mutilar a nossa alma.
O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso.
Fernando Pessoa